top of page
  • Foto do escritorClinilive

Como cuidar de quem tem Alzheimer

Confira agora algumas dicas para cuidar de quem tem Alzheimer



Adequação do espaço físico


A demência acaba prejudicando o julgamento e criando confusões e distrações para o paciente. Além disso, com o avanço da idade, crescem os riscos de acidentes e de lesões. De acordo com as recomendações da Mayo Clinic, promover algumas adaptações do ambiente físico é uma boa maneira de garantir mais segurança.



Tapetes, móveis no meio da passagem, fios soltos e outros itens que podem facilitar as quedas devem ser evitados e retirados. Em contrapartida, a instalação de corrimãos ou barras de apoio, principalmente em escadas e banheiros, é ideal para a sustentação.



Mantenha as substâncias e os objetos mais perigosos, como produtos químicos, álcool, armas, medicamentos, fósforos, isqueiros, utensílios de cozinha e outras ferramentas, em armários trancados.



A importância do afeto


Não há nada mais solitário do que sentir-se isolado e deixado para trás pelas pessoas amadas. A doença de Alzheimer por si só é uma condição que limita muitos aspectos da vida do indivíduo. Por isso, a paciência, o afeto e a dedicação do familiar-cuidador são aspectos que fazem muita diferença, até mesmo para prevenir possíveis crises de agitação ou depressão, por exemplo.



Além disso, já se comprovou por estudos e pesquisas que a conexão e as relações humanas trazem muitos efeitos positivos para a nossa saúde, inclusive na área cognitiva e na memória. Então, a convivência familiar e social deve ser preservada, mesmo que adaptada dentro das novas condições, pela qualidade de vida do paciente.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page