Vacinas para o viajante

Como medida de controle da febre amarela, alguns países exigem dos viajantes o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) para o ingresso em seu território.

A vacina contra febre amarela deve ser administrada pelo menos dez dias antes da viagem. Ela está disponível nos postos de vacinação, onde será aplicada e registrada no Cartão Nacional de Vacinação, com o número do lote da vacina e o local em que foi realizada. Acesse a lista dos países que fazem essa exigência no site da Organização Mundial de Saúde  para saber quais países são exigidas as vacinas de Febre Amarela.

Para a emissão do “Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia” (CIVP), você deverá procurar os Centros de Orientação ao Viajante da Anvisa, levando o seu Cartão Nacional de Vacinação e um documento de identificação oficial com foto.

Lembre-se que o certificado internacional só será válido para ingresso no país estrangeiro após dez dias a contar da data da vacinação contra febre amarela. Para um rápido atendimento nos Centros de Orientação ao Viajante, você pode se cadastrar antecipadamente no Sistema de Informações de Portos, Aeroportos e Fronteiras, no site da Anvisa.

É importante a atualização das vacinas de acordo com o calendário vacinal do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

Outras vacinas também poderão ser recomendadas como medida preventiva ao viajante que se desloca para áreas de risco. Informe-se nos Centros de Orientação ao Viajante se existe essa indicação para o destino da sua viagem.

É bom lembrar que as vacinas geralmente têm um período, que varia entre 10 dias e 6 semanas, até atingir a proteção esperada. Por isso, devem ser aplicadas com a devida antecedência à viagem.

 

Viagens de Navio

Qualquer que seja o destino do cruzeiro ou a idade do viajante, as vacinas do calendário brasileiro de vacinação devem estar em dia. Outras vacinas podem ser recomendadas, de acordo com os destinos específicos, grau de exposição aos riscos infecciosos, condições de saúde do viajante e exigências locais de vacinação.

A consulta de medicina de viagem é útil para se obter essa definição.  Acesse aqui o Guia de Saúde para Viagens de Navio, emitido pelo Centro Brasileiro de Medicina do Viajante – CBMEVi. Neste Guia, o Viajante obtêm todas as informações necessárias para o bem-estar de uma Viagem de Navio.

Veja abaixo as vacinas de rotina indicadas e as que podem ser recomendadas conforme a análise individual de risco em cada viagem.

Vacinas que devem estar atualizadas, independentemente do tipo de viagem:
Vacinas que podem ser recomendadas, de acordo com a análise individual de risco, conforme cada viagem:

 

Área geográfica e vacinas que estão (ou podem estar) recomendadas:

AMÉRICA LATINA
AMÉRICA DO NORTE
EUROPA
ÁSIA
ÁFRICA
OCEANIA